segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

O sucesso de Diego e destaques do fim de semana


Com a manchete "O milagre do Brasil" e fotos de Diego e Alexandre Pato, a revista World Soccer mostra a nova geração de craques brasileiros e não acredita como o país é capaz de revelar tantos jogadores.


Além disso, exibem perfis de Luís Fabiano, Marcos Senna e dos gêmeos Rômulo e Rodrigo, que ficaram famosos por não conseguirem se falar, já que um joga em Israel e o outro na Síria.

Por último, explicações sobre o modelo tático adotado em nossos campeonatos.

Ou seja, edição especial "canarinha".

O fato é que o meia do Werder Bremen se credencia cada vez mais a deixar o clube alemão e se transferir para um dos grandes centros futebolísticos, como Espanha, Itália ou Inglaterra.

Se for bem nas Olimpíadas de Pequim, deverá ser uma das sensações do próximo mercado de transferências.

Aproveitando o tema jogadores brasileiros na Europa, destaco a atuação de alguns no último final de semana:

Grafite segue sua boa fase e marcou mais dois na quarta vitória consecutiva do Wolfsburg. Chegou a oito em 14 jogos pelo time e metade deles neste segundo turno, após três rodadas.

Michel Bastos, do Lille, fez o último do 3x1 contra o Rennes. O holandês Kluivert anotou os outros dois gols da equipe.

Wendel, ex-Santos, está na seleção da rodada do Campeonato Francês. Ele se destacou na goleada de 6x0 do Bordeaux frente ao Monaco, de Ricardo Gomes. Mas quem merece atenção mesmo é o argentino Cavenaghi, que finalmente se adaptou e desandou a fazer gols.

Afonso Alves estreou pelo Middlesbrough. O atacante entrou no segundo tempo da partida contra o Sheffield United, pela Copa da Inglaterra. O jogo terminou 0x0 e haverá "replay", ou seja, uma segunda partida para ver quem passa de fase.

Voltando ao futebol alemão, Breno não estreou. Van Buyten substituiu Demichelis. O Hertha Berlin tem os famosos Mineiro e André Lima no banco de reservas. Ambos não têm atuado. E quem marcou o gol da vitória contra o Arminia Bielefeld foi Rafael, aos 48 do segundo tempo.

2 comentários:

Ruben Fontes Neto disse...

Diego tá jogando muuuuuita bola na Alemanha. Cada partida é um show do brasileiro... Pena que com a camisa da Seleção ele não mostra a mesma eficiência, talvez por dividir os holofotes com outras estrelas com mais mídia...

Carlão Azul disse...

O Brasil é mesmo pródigo em fabricar talentos. Vem aí uma grande geração de craques, esse ano acredito que muitos aparecerão.
Abração Massi.

Saudações Celestes
SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Sou Cruzeirense-Site
Sou Cruzeirense-Blog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE