domingo, 23 de novembro de 2008

O segredo de Kléber: viver das atuações do passado

Muita gente não entende o motivo de Kléber ainda ser convocado para a Seleção Brasileira.

O lateral-esquerdo tem muita qualidade, mas não vem repetindo as boas atuações das temporadas passadas.

Prova disso foi a "avenida" que o jogador deixou para o Coritiba no último sábado, quando a equipe paranaense goleou o o Santos por 5x1.

Todos os gols do Coxa saíram de jogadas construídas no lado esquerdo da defesa santista, espaço que deveria ser ocupado por Kléber.

Essa deficiência do time e do atleta não vem de agora.

Se puxarmos pela memória, veremos que esta foi uma tônica durante a competição. Na terceira rodada do Brasileirão, por exemplo, o Santos foi goleado pelo Cruzeiro, 4x0. E Kléber deu espaço para os adversários em três gols.

É bem verdade que o ex-corinthiano nunca foi um exímio marcador e sempre se destacou em jogadas ofensivas, como em cruzamentos precisos ou em longos lançamentos.

Só que nem nestes fundamentos Kléber vem sendo "sombra" do Kléber de outros anos.

Faltando duas rodadas para o término do campeonato, Kléber lidera as estatísticas de passes errados, com 179. E deu apenas uma assistência, para Fabiano Eller fechar o marcador no 4x0 sobre o Atlético Paranaense, em cobrança de falta para a área.

Dessa forma, não há "lobby" de Robinho que o faça ser negociado com o Manchester City no início de 2009.

Abaixo, os gols do Couto Pereira, que evidenciam as falhas do atleta:


Um comentário:

carlos pizzatto disse...

Ele e Gilberto Silva, os queridinhos de Dunga.