quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Os sete abandonos no Masters 1000 de Xangai

José Acasuso (Argentina)
Mischa Zverev (Alemanha)
Andy Roddick (Estados Unidos)
Juan Martin Del Potro (Argentina)
Tommy Haas (Alemanha)
Stanislas Wawrinka (Suíça)
Gael Monfils (França)


Esta é a lista dos tenistas que já abandonaram o Masters 1000 de Xangai no decorrer de uma partida alegando contusão.

O alto número de lesionados não é apenas uma coincidência. Muito pelo contrário. É fruto do
puxadíssimo calendário da ATP.

Dos sete citados acima, apenas Zverev destoa quando o assunto é jogos no ano: tem apenas 39. O restante, em compensação...

Roddick e Del Potro, por exemplo, já superaram a barreira dos 60. E ainda tem pela frente o Masters 1000 de Paris e a Masters Cup, em Londres.

As críticas à quantidade de partidas na temporada só aumenta.

Nadal culpou o excesso de jogos para a contusão sofrida em junho. Roddick e Del Potro acompanharam o relator. Os três exigem que o calendário seja revisto. Além disso, pedem mais dias de férias e um tempo maior de preparação.

Para piorar, foi criada este ano uma regra que obriga os doze melhores do circuito a participar de todos os Grand Slams e Masters 1000. No caso de não justificarem a ausência, são punidos com a não participação na próxima edição do mesmo torneio.

Destes doze, o único que não precisa dar satisfação alguma é Roger Federer. Isso porque o regulamento não é válido para tenistas com mais de 600 partidas disputadas no circuito.

Não por acaso, Federer preferiu ficar descansando na Suíça.

Murray, que provou para a ATP estar lesionado, foi outro que não embarcou para a Ásia.

O sinal amarelo já foi dado em Xangai.

Quem sai perdendo é o público, que acaba privado de acompanhar os melhores tenistas do mundo em perfeitas condições de jogo.

-----------------------------------------------------
Em tempo: pelas quartas-de-final, uma oitava desistência. O croata Ivan Ljubicic abandonou a partida contra Rafael Nadal, antes do início do terceiro set.

Um comentário:

Leonardo Resende disse...

É normal esperar por uma chuva de lesões como essa.

Tenis é um esporte muito desgastante. Partidas que duram mais de 4 horas, tenistas com problemas em articulações cada vez mais frequentes e etc.

Acho que é uma boa hora pra rever os calendários das competições. Pelo menos as mais importantes, para que o público não sofra com a ausência dos grandes craques...

Peço mil desculpas pelo sumiço. Estou enrolado até os cabelos e a falta de tempo me manteve afastado durante todo esse tempo da blogosfera. Prometo passar aqui mais vezes, mesmo que não atualize lá o meu blog, ok?

Aproveito que já estou aqui e peço pra que vc visite também o Rio Futebol, se puder! Demorei, mas consegui atualizar novamente, rs!

Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com