quinta-feira, 15 de abril de 2010

Copa na escola

O que fazer com a grade horária nas escolas durante a Copa do Mundo?

Esta é uma questão que sempre vem à tona em anos de mundial.

A maioria das instituições opta por liberar os alunos em dias de jogos das suas respectivas seleções.

Isso significa, ao menos, cinco horas de estudo perdidas em cada jornada.

Para que o ensino não seja prejudicado e nem as crianças sejam impedidas de ver os jogos, o ministério da educação da Argentina decidiu transmitir as partidas na própria escola.

Com isso, as aulas ficam interrompidas somente em um período de duas horas e os alunos torcerão pela equipe de Maradona ao lado de seus amigos.

Uma boa saída, não?

3 comentários:

Luiz Augusto disse...

Na verdade, não acredito que esta seja uma boa solução. Vejo muito mais como um "jeitinho" que o Ministério da Educação do referido país deu para que os alunos não perdessem essas horas de aula, consequentemente defasando a carga horária a ser cumprida. Afinal, reluto a convencer-me que, após a exibição de uma partida de seu país numa Copa do Mundo, os alunos tenham concetração e ânimo suficientes para voltarem a assistir aula normalmente. O mesmo serve para os momentos que antecedem a partida, haja visto que todos estarão ávidos a espera do jogo.
Portanto, se a medida do Ministério argentino tinha por finalidade evitar a perda de aula nos dias de jogos da sua seleção durante a Copa, esta iniciativa resta pouco ou nada pertinente, segundo penso.
Resta, no entanto, aos alunos aproveitar a oportunidade de assitir aos jogos de sua seleção na companhia dos colegas de classe e num ambiente, convenhamos, incomum para tal fim. Porque, na verdade, aula mesmo não haverá qualquer que seja. Ou os Srs. acreditam que após um show de bola de Messi alguém ainda irá querer saber de fórmulas químicas e equações matemáticas? A bola é bem mais encantadora, não é mesmo?

Abraços.

Ricky_cord disse...

Eu acredito que é uma boa solução, apesar da concentração antes e depois dos jogos não ser a mesma. Primeiro, a ansiedade e depois a euforia ou a desilusão consoante os resultados.

Mateus disse...

nao é boa saida nao. as crianças ficam todas loucas pra chegar a hr do jogo e nao prestam atençao em nada.. e depois do jogo nao tem como dar aula pq todos ficam fazendo comentarios etc etc. negocio é dispensar msm! copa eh de 4 em 4 anos po. essas poucas horas aula perdidas nao farao falta.